sexta-feira, 31 de outubro de 2014

As cinco principais propostas de Sartori para o Rio Grande


Eleito governador, José Ivo Sartori (PMDB), acusado pelo PT de não ter propostas, ainda fala pouco sobre o governo que fará e diz que “ainda não caiu a ficha”. Porém, já foram divulgadas propostas para cinco importantes áreas. O peemedebista alegou que desconhecia a real situação financeira do governo, informação solicitada por meio da Assembleia Legislativa. Confira as principais propostas.
Saúde
Sartori pretende implantar o programa Primeira Infância, que acompanha a vida de uma criança até a idade pré-escolar. O projeto foi implantado por ele em Caxias do Sul, e reduziu a mortalidade infantil. Outra ideia é descentralizar o acesso a médicos especialistas, que passaria a ser feito em macrorregiões, objetivando agilizar as consultas daqueles que vivem longe da capital. Ele também fala em aumentar o horário de atendimento nas unidades básicas e postos de saúde.
Segurança
Ele fala em incentivar a criação de guardas municipais, investimentos nos setores de inteligência e científicos da polícia e aumento do efetivo da Brigada Militar, tirando policiais de funções administrativas para colocá-los no policiamento ostensivo. Também está prevista a implantação da “cultura da paz” nas escolas, como forma de ensinar às crianças respeito e convívio em grupo, e a criação de Parcerias-Público-Privadas (PPPs) para a reforma e construção de novos presídios.
Educação
A proposta do PMDB é criar metas de qualidade de ensino nas escolas, mas também coloca que é “necessário corrigir o que está dando errado e incentivar o que está dando certo”. Uma das ideias é incentivar o ensino de alemão, italiano e espanhol nas regiões que no passado receberam imigrantes desses países e nas cidades que fazem fronteira com o Uruguai e Argentina. Outro item é a valorização dos professores, que segundo Sartori, não se resume a questões salariais. Ele fala ainda sobre a implantação de um novo sistema de qualificação profissional permanente. 
Infraestrutura
A busca de recursos para asfaltar e recuperar estradas e a atualização da malha ferroviária, portuária e aeroportuária são um dos pontos. O apoio a empresas localizadas nos parques tecnológicos com o objetivo de fomentar ideias mais criativas e inovadoras, também está em meio a proposta, que fala ainda do fortalecimento de cooperativas, pequenos produtores e agricultura familiar, como forma de garantir o abastecimento e melhores preços de produtos e alimentos, gerando distribuição de renda, e o apoio a exportadores para qualificar a exportação, principalmente, no setor primário.
Dívida
A proposta de Sartori é manter o pagamento em 13% da Receita Líquida Real (RLR), e tentar reduzir esse percentual, alongando ainda o prazo de pagamento e a redução do valor das prestações. A dívida pública, que hoje passa de R$ 50 bilhões, já fez com que o Executivo recorresse ao saque de depósitos judiciais, além de engessar os investimentos.

Usina de leite: Executivo licitará empresa para realizar a obra elétrica


A Prefeitura fará nos próximos dias o processo de licitação para contratação da empresa para fazer a reforma elétrica do prédio que sediará a Usina de Beneficiamento de Leite a ser implantada na antiga sede da Cooperativa Central Gaúcha Ltda (CCGL), às margens da BR 472. A requisição foi assinada pelo prefeito Luiz Augusto Schneider e o edital já está sendo elaborado pela secretaria de Administração.
A empresa a ser contratada deve executar a obra elétrica das instalações da usina de beneficiamento de leite, que operará aos cuidados da Cooperativa Cooperativa de Produtores de Leite da Fronteira Oeste (Coprolefro).
Embora antigo, o projeto de criação da usina tomou forma recentemente, com uma forte atuação do Prefeito e do secretário de Agricultura, Wilson ‘Cicico’ Matteo Dorneles, junto aos produtores de leite.
A obra de readequação das instalações já está em andamento. A parte elétrica, matéria do edital, está orçada em R$ 36.860,63.

Prefeitura faz mutirão para atualização do Cartão do SUS



A secretaria de Saúde está realizando um mutirão para confecção e atualização do cartão do Sistema Único de Saúde. O atendimento está sendo feito no Teatro Municipal Rosalina Pandolfo Lisboa, das 8h às 18h, sem fechar ao meio dia e se estende até a sexta-feira, 31/10.Nos dois primeiros dias de mutirão foram confeccionados ou atualizados mais de sete mil cartões.
A necessidade da atualização ocorre porque houve a troca do Código de Endereçamento Postal (CEP), que passou a ser determinado por rua. Para fazer a atualização, o usuário deve apresentar carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. Uma única pessoa pode fazer a atualização dos cartões de toda a família, desde que morem na mesma casa. “Quando comprovado que são pessoas da mesma família e que moram na mesma casa, é possível, por exemplo, a mãe vir até o atendimento e fazer os cartões de todos”, explica a secretária de Saúde, Saionara Marques Almeida dos Santos.
O prefeito Luiz Augusto Schneider garante que não há prazo para a atualização do cartão SUS e que nenhum usuário pode deixar de ser atendido por não possui o documento atualizado. “Temos calma para fazer este recadastramento’, disse.
Durante o mutirão, não há limite de atendimentos por dia. Das 8h às 18h as fichas estão sendo distribuídas e até o momento todos foram atendidos.

Avenida Beira Rio: Edital para elaboração do projeto sai em dez dias


Dentro de dez dias o município abrirá processo licitatório para contratação de um escritório de arquitetura, que irá elaborar o projeto básico, o projeto Executivo e projetos complementares de arquitetura, engenharia, urbanismo, paisagismo, planejamento e mobilidade urbana, para construção da Avenida Beira Rio. A requisição foi assinada esta semana e o edital está sendo elaborado, devendo ser publicado nos próximos dias. A estimativa é de que, em 30 dias, o escritório esteja contratado e iniciando os trabalhos.
O conjunto de projetos está avaliado em R$ 203.656,66, e abrange todas as questões para dar início a construção. A obra é um projeto antigo, que nunca fora posto em prática.
Entre os documentos que devem compor o conjunto de projetos está laudo de cobertura vegetal, levantamento planialtérmico e cadastral da área objeto, relatório de condicionantes para os estudos preliminares que embasaram a concepção adotada e fornecimento de maquete física arquitetônica; e previamente aprovado junto ao licenciamento de obras da Prefeitura Municipal.
O Executivo deve conter, entre outros, o projeto geométrico de pista, projeto estrutural de contenção de solos e encostas, de rede elétrica de distribuição de iluminação pública, de rede de drenagem pluvial e o projeto urbanístico executivo. Após o acréscimo de pareceres, levantamentos e relatórios, haverá um novo processo, desta vez visando a contratação de empresa para executar a obra.

Acesso ao estacionamento do BIG terá que ser pela José Garibaldi


O Hipermercado BIG foi notificado pela Secretaria de Indústria e Comércio na manhã de ontem, pelo não cumprimento da determinação dada pelo órgão em junho deste ano e reforçada em diversas oportunidades. Conforme a determinação, o Hiper deve readequar o seu estacionamento, providenciando acesso pela Rua José Garibaldi. Segundo o secretário Jorge Prestes, são inúmeras as reclamações quanto ao acesso pela Rua Duque de Caxias, pois a entrada e saída dos veículos do local provoca congestionamento.
Segundo Jorge, o BIG foi multado e caso não atenda a determinação, será novamente notificado.

Funcionários do Banrisul voltaram a trabalhar na terça-feira

Na tarde de segunda-feira, em Porto Alegre, foi anunciado o fim da greve dos funcionários do Banrisul. Os servidores estavam em greve desde o dia 30 de setembro, com atendimentos parciais nas agências bancárias.
A maioria optou pelo fim da greve e aceitaram a proposta do banco realizada durante a mediação no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-4), em 10 de outubro. Foram 587 votos a favor contra 428 contrários. Houve ainda seis votos nulos e dois brancos, somando um total de 1.023 votantes.
Segundo o presidente do SindBancários, Everton Gimenis, a greve foi longa por que havia uma expectativa pela inclusão do Plano de Carreira no Acordo Coletivo de Trabalho Específico. “A diretoria do banco preferiu seguir o caminho da intransigência ao invés de vir para mesa e negociar. A nossa luta por melhores condições de trabalho não terminou com a decisão dessa assembleia. 
Vamos continuar mobilizados para seguir conquistando direitos nos bancos”, assinalou. 
Na manhã de terça-feira, os bancários de Uruguaiana também decidiram pelo fim da greve e retornaram ao trabalho.

Ressonância magnética e construção de leitos serão tratadas na Câmara

A Câmara Municipal de Uruguaiana buscará informações e providências sobre o posicionamento contrário à aquisição de aparelho de Ressonância Nuclear Magnética e à construção e habilitação de 116 leitos novos no Hospital Santa Casa da Caridade, pela Comissão de Intergestores Regional da Fronteira Oeste, composta pelos secretários municipais de saúde da região. A entidade negou apoio à Uruguaiana para realização dos investimentos por parte da Secretaria Estadual de Saúde através de parecer emitido em setembro.
Na sessão ordinária desta terça-feira, dia 28, foi aprovado requerimento do vereador Rafael Alves (SDD) solicitando a presença na Câmara para esclarecimentos do administrador do Hospital, do prefeito de Uruguaiana e da secretária de Saúde, que esteve no encontro da Comissão de Intergestores e não se manifestou favorável à causa de Uruguaiana.
O parlamentar destacou a importância do emprego destes recursos em Uruguaiana apontando a iminência da implantação do curso de medicina na Unipampa, e, principalmente os serviços de referência do município para a região, oncologia e neurologia, que recebem pacientes para tratamento de todos os municípios da fronteira oeste. “É inadmissível que haja contrariedade na prestação de um serviço de saúde que beneficiará a todos”, afirmou.
O assunto será tratado na Comissão de Serviços Municipais e Saúde da Câmara de Uruguaiana que buscará a revisão desta negativa dos secretários de saúde e a aprovação para liberação das verbas pelo Governo Estadual. O presidente do Poder Legislativo de Uruguaiana, vereador Ronnie Mello, frisou a incoerência da ação da secretária municipal de Uruguaiana e a irresponsabilidade da ação tomada pelas demais cidades.
“Nada justifica a contrariedade por investimentos em saúde. Acima das questões políticas é preciso que vejamos e nos posicionemos no lugar de cada cidadão que precisa ou precisará de atendimento médico”, afirmou.

Sem show: Smictt interdita Arena do Barulho


O local que sediaria no próximo domingo, o show do MC Gui, foi interditado na manhã de ontem pela Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo. A informação é do secretário Jorge Prestes. 
Segundo ele, os responsáveis pela organização do evento e donos do espaço foram notificados quanto á necessidade de adequação as normas estabelecidas para realização de festas e shows, porém não atenderam as exigências. Jorge ressalta que ao longo dos últimos dois meses, a Secretaria encaminhou pelo menos cinco notificações aos organizadores. “Estamos preocupados com essa situação e não somos os únicos. A Promotoria da Infância e da Adolescência também notificou o grupo quanto á presença de menores de idade em suas festas.
A orientação é de que menores de 14 anos só possam entrar no evento, acompanhados dos pais ou com documento que comprove o conhecimento dos mesmos quanto a presença dos filhos no show”. Conforme o secretário, a Arena foi interditada e o show só acontecerá diante da adequação. Vale destacar que o evento aconteceria no próximo domingo, tornando praticamente impossível a adequação que exige entre outras coisas, barra de segurança e porta de saída de emergência. 
Por enquanto os organizadores não se manifestaram quanto á transferência da data, tampouco a mudança do local. A ação do Semict foi acompanhada pelos Bombeiros.

Trabalhadores do Marfrig da planta de Alegrete rejeitam acordo


Uma nova rodada de negociações entre a direção do frigorífico Marfrig e os funcionários da planta em Alegrete foi encerrada na segunda-feira. A empresa apresentou três itens considerados prioritários para a manutenção das operações na unidade com capacidade para 800 abates diários. Dos 680 trabalhadores do frigorífico, 282 compareceram à assembleia extraordinária realizada na tarde de ontem e rejeitaram de forma unanime as propostas. 
Entre as propostas, estavam a flexibilização do banco de horas, novas regras para a utilização de uniformes e alterações nos contratos de trabalho com o objetivo de reduzir a jornada diária das atuais 8h48min para 7h20min. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Alimentos de Alegrete, Marcos Rosse, mesmo temendo pelos empregos, os trabalhadores rejeitaram a pauta. “Não há possibilidade de flexibilizar o banco de horas e também de reduzir a jornada, sob nenhuma hipótese. Isso estaria, inclusive, fora das atribuições do sindicato, pois alteraria contratos de trabalho já vigentes”, enfatiza. 
O líder sindical ainda afirma que a ata do encontro será enviada na manhã de hoje ao Ministério Público do Trabalho de Uruguaiana, que intermedia as negociações. Segundo Rosse, a recusa pode gerar retaliações por parte da empresa. O principal temor ainda paira sobre a possibilidade, cada vez mais próxima, do fechamento da unidade de abates, cujo contrato de arrendamento vence no próximo dia 7 de novembro. O contrato de aluguel selado entre o Marfrig e o antigo proprietário, o Frigorífico Alegretense, pode ser renovado automaticamente até 2015, mas a opção também depende de avanços nas reivindicações da empresa junto ao governo. 
Na semana passada, em reunião realizada no Palácio Piratini, a diretoria do Marfrig, que possui ao todo quatro unidades em operação no Estado (Alegrete, São Gabriel, Bagé e Hulha Negra), cobrou incentivos para a redução de custos para o processamento de animais oriundos de outros estados no Rio Grande do Sul. Na ocasião, o secretário em exercício da Secretaria de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (SDPI), Luís Fernando Marcondes Farinati, afirmou que as tratativas com o sindicato de Alegrete para equacionar o banco de horas seria um dos pontos mais cruciais para a continuidade da operação, em razão dos efeitos sazonais que pesam sobre a produção. 
Com a recusa expressa de mais de 40% dos atuais funcionários da planta, a hipótese de que a unidade possa ser repassada para outra marca ganha força na região. “Já se fala que a planta está aberta a negociações. Mas isso depende do que o Marfrig pedirá para repassar o contrato. Para os trabalhadores, não faz sentido abrir precedentes, baixar a guarda em um momento cheio de incertezas”, comenta. Rosse ainda afirma que a diretoria da empresa deve apresentar uma contraproposta até o dia 7 de novembro. Antes disso, será preciso redefinir a modelagem e a nova estrutura de funcionamento da planta. “Para nós, não há um fundamento em acatar nada neste momento, pois a empresa possui gado para abater. 
A estrutura de compra daqui para frente é que depende de um projeto mais detalhado”, revela.

Promulgada MP que garante reajuste a PF

O Senado aprovou nesta terça-feira (28) a Medida Provisória 650/14, que altera as carreiras da Polícia Federal e concede aumento a agentes, escrivães e papiloscopistas.
A MP, que também concede aumento aos peritos federais agrários, foi aprovada no último dia de vigência. Após esse prazo, a medida perderia a validade. O texto foi aprovado na Câmara no início do mês.
A MP não recebeu manifestações contrárias no Plenário. Com as galerias lotadas de policiais, o texto foi saudado por senadores do governo e da oposição, que ressaltaram a qualidade do trabalho da Polícia Federal. 
O presidente do Senado, Renan Calheiros, se disse satisfeito pela oportunidade de promulgar a lei decorrente do MP.
Quando uma medida provisória é aprovada sem alterações, o texto é promulgado pelo presidente do Senado, sem necessidade de sanção presidencial, e vira lei.
Aumento
Com o aumento, os policiais em inicio de carreira, que ganhavam R$ 7.514,33 antes da MP, passaram a receber R$ 8.416,05 em junho deste ano e chegarão a R$ 8.702,20 em janeiro de 2015. Os da classe especial, que ganhavam R$ 11.879,08, estão recebendo R$ 13.304,57 e passarão a receber R$ 13.756,93 em 2015.

Acusado de furtar moto é preso


Um homem foi preso pela Brigada Militar na tarde de ontem, acusado do furto de uma motocicleta. Após informações, a Brigada chegou a casa de um homem suspeito, que apontou uma segunda pessoa como dono da moto. Ele disse que o amigo havia pedido para deixar a motocicleta guardada em seu pátio. O acusado de furto foi preso em flagrante.

Susepe dá posse e inicia curso de formação aos novos agentes

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) realizou na quarta-feira (29) o ato de posse dos novos agentes penitenciários, aprovados no concurso realizado em 2014. Foram empossados 602 novos servidores, que atuarão em diversas unidades prisionais, principalmente na Região Metropolitana. O evento aconteceu nas dependências da Secretaria Estadual de Educação.
Após a posse, os novos agentes participaram da aula inaugural do XXXI Curso de Formação Profissional de Agente Penitenciário, que aconteceu no Auditório Mondercil Paulo de Moraes, no Ministério Público. Os novos servidores realizarão o curso de formação de 30 de novembro a 2 de dezembro, na Academia Civil Integrada de Segurança Pública (Acisp), na Avenida Antonio de Carvalho, 555, no Bairro Jardim Carvalho, em Porto Alegre.
Irineu Koch, diretor do Departamento de Segurança e Execução Penal da Susepe, explica que após o término do curso, no início de dezembro, os novos agentes atuarão em diversas casas prisionais. Koch enfatiza que vão trabalhar, principalmente, nos novos presídios construídos recentemente, como a Penitenciária Estadual de Venâncio Aires, a Penitenciária Estadual Canoas I e o Complexo Prisional de Canoas. Está previsto, ainda, o chamamento no final do ano de mais 798 aprovados no concurso, para iniciar o processo de nomeação, posse e curso de formação.

Acusado de matar irmão é preso, mas liberado no Uruguai

A Polícia Civil de Uruguaiana, através do policial responsável pela investigação da morte de Abdel Aziz Yusuf Sahori esclarece que o nome do acusado da prática do crime é Halead Youssef Sahori e que qualquer outra pessoa citada pelos meios de comunicação não foi identificada pela Polícia Civil. A preocupação da Polícia é que pessoas inocentes estão sendo expostas de forma leviana.
Vale destacar que a matéria publicada pelo Jornal CIDADE na terça-feira, a identificação do suspeito estava correta, ou seja, trata-se de Halead.
Halead foi detido em Bella Union no final da tarde de terça-feira e liberado posteriormente, já que a arma que possuía não era produto de furto. O homem retornava ao Brasil, onde seu advogado o aguardava, com o intuito de se apresentar à Polícia, no entanto, não havia feito isso até o término desta edição. Imagens das câmeras de segurança da aduana brasileira entre Bella Union e Barra do Quarai mostram o momento exato em que Halead atirou no irmão. Ao todo foram sete tiros de pistola, sendo que os mesmos provocaram 12 perfurações. 
Abdel dirigia o caminhão do irmão, Halead, e a discussão teria sido por negócios.

Rivadávia é executado com seis tiros


Mais um homicídio foi registrado na tarde de ontem em Uruguaiana. A vítima dessa vez é Rivadalve dos Santos Leal - o "Rivadávia", colecionar de ocorrências policiais e que atualmente possuía um bar em frente ao Posto Conesul II.
Conforme os primeiros levantamentos da Polícia, "Rivadávia" estava no local de trabalho quando foi surpreendido por dois homens armados. Eles chegaram ao local em uma motocicleta. Ele foi executado com seis tiros, vários deles na cabeça.
Entre as inúmeras ocorrências contra "Rivadávia", havia registros de tráfico de drogas e vários roubos. Ainda, a vítima era investigada por participação em pelo menos dois homicídios, um ocorrido em um estabelecimento comercial na Av. Setembrino de Carvalho, e de um albergado assassinado na esquina do Vilage Santos Dumont. 
A morte de "Rivadávia" é mais um crime praticados por motoqueiros, que desaparecem sem deixar rastro.

190 em ação

Roubo - 996
A Brigada foi informada via Ciosp de que um homem estava na casa de seu pai, armado de revolver, ameaçando matá-lo caso não entregasse alguns pertences. Chegando ao local, a Brigada não o encontrou, realizando buscas nas imediações. O sujeito foi preso momentos depois no Morro do Piolho. A vítima, segundo a Polícia, tem deficiência visual. 

Fiscalização 
Durante fiscalização no começo da tarde de segunda-feira, no estabelecimento localizado na Avenida Deputado Fernando Ferrari, no bairro Ipiranga, a Polícia apreendeu 19 botijões de gás, 2 mangueiras plásticas e um tripé. O local oferecia riscos à comunidade devido a falta de segurança. 

Moto furtada 
André comunica que deixou sua motocicleta no estacionamento da Escola Dom Hermeto na noite do dia 27. Por volta das 22h, quando foi sair do colégio notou que haviam furtado sua moto.

Arma branca 
Um sujeito foi abordado em via pública pela Brigada Militar em poder de uma arma branca. A abordagem ocorreu próximo a Esplanada da Justiça. Momentos antes, a Brigada havia sido informada de uma briga naquelas imediações. 

Fuga
Relata Mariana que por volta das 21h30min do dia 27, deixou o veículo Peugeot placa IVI 3425, estacionado na Rua Marechal Deodoro, próximo à Rua Presidente Vargas. Mais tarde foi informada pelo vizinho, que um menor de idade conduzindo uma BIZ, havia batido no seu carro. A dona da moto alegou que a mesma havia sido pega sem a sua permissão pelo menor.

Injúria 
Na manhã de sábado, por volta das 11h, Ana relatou que cumpriu seu serviço de fiscalização nos estabelecimentos da Rua XV de Novembro e constatou que um veículo modelo Gol, cor branca, placa INE 5627 estava estacionado em desacordo com a sinalização de trânsito. Quando se aproximou do veículo, o condutor de características, magro moreno e de aproximadamente 1,70 perguntou à vítima se iria autuar seu veículo. Ao responder a pergunta Ana foi ofendida com palavras de baixo calão. 

Furto descuido
Na condição de presidente da Cooperativa dos Produtores de Leite, o Sr. Lauro Alberto Canaparro Delgado compareceu na Polícia para informar o furto de 60 eucaliptos do pátio da referida Cooperativa. Que algumas pessoas efetuaram o furto, não sabendo nome delas.

Endividamento e piso do magistério são desafios para novo governo

Questões polêmicas que marcaram a campanha eleitoral no Rio Grande do Sul – a dívida do estado com a União e o pagamento do piso ao magistério – são desafios importantes para o governador eleito, José Ivo Sartori, do PMDB, avaliam analistas políticos.
O problema da dívida do estado com a União vem se arrastando desde 1998 e, atualmente, segundo a Secretaria de Fazenda, o valor está em R$ 45,2 bilhões. Em contrapartida, a receita corrente líquida soma R$ 26,3 bilhões.
Determinado pelo Ministério da Educação, o piso nacional do magistério, de R$ 1.697, ainda não é pago aos professores do estado, o que tem causado conflitos entre a categoria e o governo gaúcho.
Para o diretor do Instituto de Filosofia, Sociologia e Política da Universidade Federal de Pelotas, Álvaro Barreto, as agendas pendentes do governo Tarso Genro, que se candidatou à reeleição, mas perdeu para Sartori, serão herdadas pela nova administração.
“Os professores vão agora cobrar do Sartori o pagamento do piso. Mas, enquanto a renegociação da dívida não for resolvida, todas as questões ficarão pendentes, porque hoje há estrangulamento da capacidade de investimento e de aumento dos servidores. Mas, para [a questão] ser resolvida, depende de negociação complexa com o governo federal e com o Congresso Nacional”, disse Barreto.
O professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Rodrigo González também acredita que o alto endividamento e o piso do magistério são dois dos maiores desafios do novo governo. “Sartori vai ter que renegociar a dívida com o governo federal, que ele não apoiou durante a campanha”, disse o cientista político. O peemedebista apoiou a candidatura de Aécio Neves, do PSDB, à Presidência da República.
González acrescenta que a busca de uma base de apoio na Assembleia Legislativa e a negociação de cargos na nova equipe de governo são outras dificuldades que devem ser enfrentadas por Sartori. A coligação que o apoiou durante a campanha é formada por oito partidos: PMDB, PSD, PPS, PSB, PHS, PTdoB, PSL e PSDC.
“Uma aliança ampla durante a campanha para se eleger torna difícil a negociação por cargos e prestígio no Poder Executivo. Ele [Sartori] terá o desafio de construir um programa de governo que possa manter as alianças, aprovar propostas e colocá-las em prática”, afirmou o especialista.

Painel Ed.2365

Banho no Rio Uruguai

O calor dos últimos dias deu início a temporada de banhos no Rio Uruguai. Apesar de ser proibido pelo Corpo de Bombeiros, é praticado com naturalidade e despreocupação por crianças, e até adultos. Ano após ano, alguns banhos terminam de forma trágica, com afogamentos e desaparecimentos. O povo repete seus erros.

Marca
Schneider pode deixar mais uma marca na história de Uruguaiana. O Prefeito negocia o pagamento de uma histórica e gigantesca dívida, que não foi criada por Felice, mas aumentou significativamente em sua gestão.

Esfro
Acontece no início do próximo mês o V Encontro Esportivo da Fronteira Oeste (Esfro). A abertura, no Salão Nobre, no dia 6/11, terá a presença do medalhista olímpico e embaixador do esporte, Paulo André Jukoski da Silva, conhecido como Paulão do Vôlei.

Comissão I
O convênio firmado entre Prefeitura e Receita Federal, em 2008, que permite ao município receber 100% dos valores arrecadados com o Imposto Territorial Rural (ITR) está ameaçado. A Receita exige uma nova tabela para a terra nua, que seja por aptidão, e não por localidade.

Comissão II
A Prefeitura se comprometeu em formar uma comissão, com participação do Sindicato Rural e Associação dos Arrozeiros, para elaborar a nova tabela para 2015, mas até agora nada. A demora pode custar o ITR, e uma longa lista de produtores rurais na malha fina.

“Canil”
Nesta sexta-feira, 31/10, a Prefeitura assina convênio com a Associação Amigos da Natureza, comprometendo-se a repassar recursos ao grupo para custear a castração da cachorrada, que hoje sai do bolso dos voluntários.

Manifestações
As manifestações de revolta pela reeleição da presidente Dilma Rousseff foram, e ainda são, tantas que calaram as manifestações de apoio e de comemorações por sua vitória.

Camarão
Em reunião com Schneider, a nova responsável pelo projeto Camaraoeste, Diana Mutti, acertou na manhã de ontem alguns detalhes com o Chefe do Executivo, que possibilitarão o início da produção de camarões. A estrutura se localiza na BR 472, frente ao Parque Agrícola e Pastoril.

Redução I
A Justiça Eleitoral registrou redução na quantidade de urnas eletrônicas substituídas do 1º para o 2º turno destas eleições. Das 361.435 urnas sem identificação biométrica, incluindo as utilizadas para justificativas, foram substituídas 2.499 unidades, uma redução de 32,33% em comparação ao 1º turno, quando foram substituídas 3.693 unidades.

Redução II
Quanto às 72.622 urnas eletrônicas com identificação biométrica, a Justiça Eleitoral substituiu 1.582 unidades no 1º turno. Esse número caiu para 981 no último domingo, queda de 37,99%.

Seleção I
Estão abertas até o próximo domingo, 2/11, as inscrições para a seleção do Instituto Federal Farroupilha, no curso técnico em informática. O Campus Avançado Uruguaiana dispõe de 70 vagas e a duração é de 18 meses.

Seleção II
Assim como todas as informações sobre a seleção, incluindo o edital e o manual do aluno, as inscrições estão disponíveis no site http://proseletivo.iffarroupilha.edu.br. As provas estão marcadas para o dia 10/12, porém, o local será definido somente após o encerramento das inscrições.

Rei ‘Cacá’
Jajá que se cuide. Tem outro rei no Carnaval. Aliás, por onde anda o presidente da Comissão Organizadora? O ex-presidente todos sabem onde está. Em Buenos Aires, representando o Carnaval de Uruguaiana e o setor de Turismo da Semic, em uma feira internacional.

Interior
Não dá para dizer que Schneider não se importa com o interior. Criou uma assessoria para tratar unicamente das questões ligadas à zona rural, está dando maior autonomia aos subprefeitos, providenciou a contratação de enfermeiros e outros profissionais para atuar especificamente no interior e agora, iniciou a estruturação de uma força de trabalho para recuperação de estradas vicinais, coordenada pela sub-prefeitura da Barragem Sanchuri, com a destinação de uma motoniveladora.

Estímulo
O novo estímulo do município aos menos favorecidos é a invasão. Ao permitir o loteamento da Horta Municipal, Schneider dá sinal verde a quem quiser invadir qualquer imóvel desocupado da cidade, e não são poucos. De lambuja, o invasor pode também furar a fila do Minha Casa, Minha Vida.

Duas mães
O Judiciário de Novo Hamburgo concedeu a casal homoafetivo o direito de fazer constar o nome de duas mães no registro de nascimento de sua filha. Elas vivem em união estável desde 2008 e decidiram ter o bebê através da fertilização in vitro. Ajuizaram então, uma Ação de Registro de Nascituro com Dupla Maternidade, a fim de constar já no primeiro registro de sua filha o nome das duas mães.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Ed. 2365

  1. A doença do ‘grande homem’ (ou mulher)
  2. Banho no Rio Uruguai
  3. Marca
  4. Esfro
  5. Comissão I
  6. Comissão II
  7. “Canil”
  8. Manifestações
  9. Camarão
  10. Redução I
  11. Redução II
  12. Seleção I
  13. Seleção II
  14. Rei ‘Cacá’
  15. Interior
  16. Estímulo
  17. Duas mães
  18. Edital para elaboração do projeto sai em dez dias
  19. Prefeitura faz mutirão para atualização do Cartão do SUS
  20. Executivo licitará empresa para realizar a obra elétrica
  21. As cinco principais propostas de Sartori para o Rio Grande
  22. Smictt interdita Arena do Barulho
  23. Ressonância magnética e construção de leitos serão tratadas na Câmara
  24. Funcionários do Banrisul voltaram a trabalhar na terça-feira
  25. Acesso ao estacionamento do BIG terá que ser pela José Garibaldi
  26. Trabalhadores do Marfrig da planta de Alegrete rejeitam acordo
  27. STF deve retomar na próxima semana, julgamento da desaposentação
  28. Governo prepara medidas de incentivo à indústria
  29. Preço do peru estará quase 20% mais caro neste Natal
  30. Rivadávia é executado com seis tiros
  31. Acusado de matar irmão é preso, mas liberado no Uruguai
  32. Acusado de furtar moto é preso
  33. Susepe dá posse e inicia curso de formação aos novos agentes
  34. Promulgada MP que garante reajuste a PF
  35. Roubo - 996
  36. Fiscalização
  37. Moto furtada
  38. Arma branca
  39. Fuga
  40. Injúria
  41. Furto descuido
  42. Endividamento e piso do magistério são desafios para novo governo
  43. Diretor de escola poderá ter aposentadoria especial de professor
  44. Professores aprovam proposta mediada pelo TRT
  45. Projeto cria residência obrigatória para professores da educação básica
  46. Butão, o reino da felicidade
  47. Açucena
  48. Cauã Reymond, Alinne Moraes juntos na pré-estreia de filme sobre Tim Maia
  49. Xuxa pode voltar à TV com programa musical
  50. Brasil já tem base forte para seleção olímpica, diz Gallo
  51. No Morumbi, São Paulo jamais foi vencido por times equatorianos
  52. Fifa confirma Mundial de Clubes em Marrocos, mas pede cautela
  53. Marcelo Medeiros confirma candidatura à presidência do Inter

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Dilma é eleita, mas... Uruguaiana e o Rio Grande escolheram Aécio Neves


Dilma Rousseff, que concorreu à reeleição venceu o pleito neste domingo, 26/10, com uma apertada votação. Foram 54.501.118 votos para a petista, ou 51,64% dos votos, contra 51.041.155 votos de Aécio, que somaram 48,36% do total. A vitória da candidata veio dos estados do norte e vem sendo considerada como resultado do programa social Bolsa Família.
Em Uruguaiana, porém, Dilma fez 26.132 votos, o que equivale a 46,29%, contra 33.806 votos para Aécio Neves, 53,71% do total. Os votos em branco somaram 1.34%, os nulos 2,76% e a abstenção chegou a 27,63% dos 90.819 eleitores.
No Estado, o resultado também foi negativo, diferente do primeiro turno. Em cinco de outubro, a petista fez 43,21% dos votos no RS, contra 41,42 de Aécio e 11,50% de Marina Silva. Já neste domingo, Aécio Neves foi o vencedor, com 3.452.455 votos, equivalente a 53,53% do total de votos válidos, contra 2.997.360, ou 46,47%, de Dilma Rousseff. A abstenção no Estado foi de 18,19%, os votos em branco somaram 2,14% e os nulos 3,85% do total.

Azarão: Sartori se elege com maioria esmagadora de votos


Considerado o azarão desta eleição, o peemedebista José Ivo Sartori não somente se governará o Rio Grande do Sul a partir de 1º de Janeiro, como se elegeu com a maioria esmagadora de votos. Foram 3.859.611 votos contra 2.445.664 votos de Tarso Genro (PT), que buscava a reeleição. Nos onze municípios da Fronteira Oeste, Tarso venceu Sartori somente em Manoel Viana, onde fez 45,02% dos votos; em Santana do Livramento, onde fez 54,51 % e em São Borja, sua terra natal, onde alcançou 52,67% dos votos.
Em Uruguaiana, a votação do candidato eleito superou expectativas. Dos 90.819 eleitores, 40.041 o escolheram como governador. Tarso recebeu 22.037 votos, ou seja, foram 64,50% dos votos para José Ivo e 35,50% para Tarso. Brancos somaram 1,90% (1.244 votos) e nulos 3,52% (2.308).
Durante toda a campanha eleitoral do primeiro turno, José Ivo Sartori, que tem como vice-governador o alegretense José Paulo Cairoli, casado com uma uruguaianense, esteve em terceiro lugar, voando abaixo dos radares do Partido dos Trabalhadores, enquanto este fazia campanha ferrenha contra a candidata do PP, Ana Amélia Lemos. Surpreendentemente, o ex-prefeito de Caxias do Sul iniciou uma recuperação nos últimos dias de campanha e não somente garantiu a participação no segundo turno, como fez mais votos que Tarso Genro, tornando-se favorito. 
Durante toda o segundo turno, quando foi alvo de fortes críticas da coligação adversária, liderou as pesquisas de intenção de votos, e neste domingo, 26/10, conseguiu repetir a histórica virada do companheiro de partido, Germano Rigotto, que correu atrás toda a campanha de 2002, se recuperou no final da corrida eleitoral e governou o RS até 2006.