sábado, 23 de maio de 2015

Ed. 2453 - Procurador depõe na CPI d'Água

  1. A confusão da terceirização
  2. Ulfro
  3. Revisão I
  4. Revisão II
  5. Terceirização I
  6. Terceirização II
  7. Terceirização III
  8. Indignação
  9. Tamandaré em foco
  10. Crise
  11. Uruguaiana
  12. Prefeitura
  13. no Bairro
  14. Praça
  15. Festival I
  16. Festival II
  17. Saúde
  18. Semic
  19. Pedaladas
  20. Pecuária I
  21. Pecuária II
  22. Procurador desmoraliza a Comissão de Fiscalização
  23. Jussara esclarece pedido de informações
  24. TRE aprova contas eleitorais de Ronnie Mello
  25. Executivo retira projetos do Carnaval
  26. Conselho do Fundeb: Alterada a composição
  27. Eloy Trojan diz que Uruguaiana tem o pior transporte público
  28. Sicredi incentiva a produção e a comercialização pecuária
  29. Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada
  30. Emoção no sorteio do Salvador Faraco
  31. Colégio Agrícola abrirá novo período de inscrições
  32. Uruguaiana está entre as 20 cidades mais violentas do RS
  33. “Ovelha” é preso por tráfico de drogas
  34. Delegados não descartam paralisação
  35. “Amigada”
  36. “Whiskynho”
  37. Tarde de sexta teve duas prisões ‘Maria da Penha’
  38. Estado ocupa 21ª posição no ranking de mortes
  39. O Educador: Sem importância
  40. Prefeitura cria kit suplementar
  41. SEDUC ofertará novas vagas em Uruguaiana
  42. Inscrições para o Enem começam segunda-feira
  43. João Chagas Leite é atração neste domingo
  44. Coprodução brasileira é premiada na Semana da Crítica de Cannes
  45. Matthew McConaughey pode viver vilão em novo Homem-Aranha
  46. Disney anuncia cronograma de lançamentos para os próximos anos
  47. Sintomas que as mulheres não devem ignorar
  48. Susana Vieira muda visual para novela
  49. A Regra do Jogo já tem data de estreia
  50. Marcos e Belutti ganham carinho das esposas
  51. Malhação
  52. Sete Vidas
  53. I Love Paraisópolis
  54. Babilônia
  55. Uruguaiana conquista 3 ouros
  56. Grêmio não joga nada mas ‘tá na moda’

quinta-feira, 21 de maio de 2015

“Escola não fechará”, diz prefeito da Barra


A escola Manoel Imas dos Santos, no interior da Barra do Quaraí, corre o risco de fechar. O educandário localizado em Guterrez não possui um número suficiente de professores para atender a demanda de alunos e conforme a Câmara de Vereadores terá os estudantes transferidos à escola 22 de Outubro, localizada na Barra do Quarai.
Segundo o presidente da Associação de Professores da Barra, professor Anselmo, a entidade foi informada da situação pela Câmara. “Fomos procurados por dois vereadores. Eles expuseram o problema e o receio do fechamento. Quanto à falta de interesse por parte dos professores para atuarem no interior, a Associação entende e apoia, pois a Prefeitura não oferece um bom salário e as condições de trabalho são péssimas”, disse ele.
Nesta semana, o prefeito da Barra do Quaraí se manifestou a respeito do assunto. Em nota, ele afirmou que a escola não será fechada apesar da transferência de algumas turmas e que o Executivo trabalha pela contratação de novos profissionais. “Cogitamos trazer algumas séries finais para a escola 22, o que equacionaria a carência de professores, pois conseguiríamos conciliar horário dos professores que já estão atuando. Entendemos que tais dificuldades não devem ser simplesmente usadas de maneira irresponsável, causando intranquilidade na comunidade do interior. Diante disso, reafirmo que a escola não fechará”, disse Iad.
O prefeito enfatizou que o salário oferecido pela Prefeitura condiz com a realidade do município.
A escola Manoel Imas atende alunos de Guterrez e demais vilas do Interior, cerca de 300.

Correndo atrás: Uruguaianense leva filha bebê para sala de aula

O Diário de Santa Maria contou a história de uma jovem uruguaianense que, vem mostrando determinação e garra para concluir a faculdade.
Mãe de Antônia, de seis meses, Caroline Domingues Gimenez, 21 anos, acaba levando a menina para a sala de aula, pois, 
às vezes não tem com quem deixá-la e, para não faltar às aulas, leva a criança para a instituição. A bebê já virou o xodó de professores e alunos do curso de Direito noturno da Ulbra.
Caroline está entre o 7º e o 8º semestre do curso e, desde março, quando precisa, incrementa as lições com a alegria e os brinquedos de Antônia. A jovem não tem ninguém da família em Santa Maria. A mãe e os irmãos moram em Uruguaiana, e o pai, na grande Porto Alegre.
No Coração do Rio Grande, ela divide apartamento com uma amiga. A família do pai de Antonia se comprometeu em tomar conta da menina, mas, muitas vezes, outros compromissos impedem os valiosos cuidados. Como não há opções de creches noturnas na cidade e como Caroline não tem condições financeiras de contratar uma babá, restou à jovem mãe contar com a boa-vontade e a compreensão da turma e dos mestres. Segundo Caroline, em momento algum, ela pensou em desistir do curso. Ela é bolsista pelo Prouni na instituição, por isso, não arriscou em perder a oportunidade.
— Eu nunca vi a minha gravidez como um empecilho para nada. Eu estou quase no final do curso, não poderia largar tudo. Eu vim de Uruguaiana para Santa Maria para estudar e não vou voltar pra lá sem estar formada — diz a estudante.
A jovem conta que encontrou nos professores e nos colegas, verdadeiros amigos. Quando precisa levar a menina à aula, conta com o apoio de todos. Segundo os colegas, a bebê é calma e não atrapalha nunca o andamento das aulas.
Ainda que não seja uma atitude aceita pela instituição, há docentes que permitem a menina em sala de aula. Segundo uma das professoras, Silvia Lopes da Luz, 49 anos, quando a estudante disse que teria de faltar às aulas, ela não pensou duas vezes e deixou que a bebê a acompanhasse:
— Às vezes, a Caroline não tem com quem deixar a Antonia. Além disso, ela não tinha como transferir o curso para Uruguaiana. A gente vê que ela se esforça pra cuidar da menina e estudar. Como não vamos dar apoio e acolher a criança? — questiona a professora.
Silvia afirma que estuda uma forma de utilizar a brinquedoteca da instituição como um espaço para que alunas como Caroline tenham onde deixar as crianças enquanto estudam. Segundo ela, a ideia não é fazer uma creche, mas, sim, um projeto de extensão que seja mais uma alternativa para as mães estudantes.
A futura advogada afirma que não é fácil estudar e tomar conta da menina. Ela deve concluir o curso no final de 2016 e, até lá, será preciso conciliar a faculdade e os cuidados com Antonia, que vai seguir enchendo de graça a sala de aula.

Mais cadeia: Turma do tráfico tem pena de condenação agravada pelo TJ


Em abril de 2009 o Jornal CIDADE noticiou o desbaratamento de uma quadrilha de tráfico de drogas que, segundo a Polícia, era liderada por Claudio de Oliveira Pinto, o “Cascão”. Não se tratava de uma operação, mas sim de uma apreensão que teve origem em denúncia de um familiar de um dos “vapores” da quadrilha. Feita a prisão em flagrante, o traficante preso entregou todo o esquema. Foram feitas outras cinco prisões, algumas com apreensão de drogas e, na fase policial, os presos entregaram o chefe. Cascão foi preso dias depois e os sete réus responderam o processo na Penitenciária Modulada.
Porém, na fase judicial, não se confirmaram os depoimentos e foram condenados apenas três réus, aqueles com os quais foram apreendidas as drogas. A pena de todos os condenados foi de quatro anos e dois meses de reclusão. Cascão e outros três réus foram absolvidos por insuficiência de provas, e soltos.
Houve recursos das defesas e do Ministério Público. Quando as apelações foram julgadas, os réus que haviam sido condenados na sentença já haviam cumprido os quatro anos e dois meses da condenação e estavam em liberdade. No novo julgamento, porém, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ) manteve a absolvição de dois réus, agravou as penas dos três que haviam sido condenados e condenou dois dos quatro inicialemente absolvidos pela 1ª Vara Criminal de Uruguaiana. Para isso, o TJ considerou válidos os depoimentos colhidos pela Polícia. Entre os “novos” condenados estava Cascão. As penas dos já condenados, e que haviam pago sua pena, foram majoradas para dez anos. A mesma sentença foi aplicada para Cascão.
Os defensores de dois réus (entre eles a defesa de Cascão) recorreram da decisão, porém, seus recursos não foram recebidos e o processo em relação ao Cascão está encerrado. Ele terá que cumprir a pena. De acordo com informações colhidas junto a um vizinho não muito simpático ao condenado, Cascão já não está mais em Uruguaiana. Outro réu, que permanece em liberdade, é D.R.F., que já cumpriu os quatro anos e dois meses a que havia sido condenado. Ele é representado pelo advogado Francisco ‘Kiko’ Barbará, que afirma haver ainda um recurso pendente em favor de seu cliente. “Trata-se de um Agravo Regimental no Agravo de Instrumento em Recurso Especial, que tramita perante o STJ.” Kiko Barbará afirma que irá “até o Supremo Tribunal Federal contra a interpretação que afronta o preceito do art. 155 do CPP, que prevê a impossibilidade de o juiz fundamentar sua decisão exclusivamente em elementos informativos colhidos na fase investigatória”, diz.

Uruguaiana perde três bons magistrados

O Conselho da Magistratura (Comag) do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul aprovou na sessão de terça-feira, 19/5, a remoção de 15 magistrados de entrância intermediária.
O vice-presidente Administrativo da Associação dos Juízes (Ajuris), Gilberto Schäfer, acompanhou a sessão. Deste edital, 21 vagas para a promoção na Entrância Intermediária terão oportuno provimento.
Com a decisão, Uruguaiana perde três magistrados com destacada atuação no município, que integram a comarca desde 2011: Ricardo Petry Andrade, da 1ª Vara Criminal. Ele dirigiu o Fórum local de 2012 a maio de 2015 e atuou como juiz eleitoral de 2012 a 2014; Magáli Ruperti Rabello Justin, da 2ª Vara Criminal, que também exerceu a função de diretora em 2012, e Joseline Mirele Pinson de Vargas, da 3ª Vara Cível, e atual diretora do Fórum.
Ricardo Petry Andrade assumirá a Vara Criminal de Sapiranga, Magáli irá para a 2ª Vara Criminal de São Leopoldo e Joseline assumirá a 4ª Vara Criminal de Novo Hamburgo.
Os promovidos
Ainda não há informações sobre quem irá substituir os magistrados, ou quando haverá a nomeação dos mesmos, bem como ainda não está definida a data de partida dos três juízes.

É Lei: Autistas têm atendimento preferencial


O projeto de lei que busca a prática dos direitos de pessoas portadoras do transtorno do espectro autista (TEA) foi aprovado na sessão ordinária de terça-feira, 19/5. De autoria dos vereadores Irani Fernandes e Ronnie Mello, a proposta torna obrigatória a preferência no atendimento aos portadores do TEA nas instituições privadas e nos órgãos públicos A matéria segue para sanção do Prefeito.
O projeto indica a colocação de cartazes ou placas em local visível, preferencialmente próximo ao caixa, quando existir, informando que os portadores e seus acompanhantes têm atendimento preferencial nos termos da nova lei.
O TEA engloba diferentes síndromes marcadas por perturbações do desenvolvimento neurológico, apresentando impedimentos nas interações sociais recíprocas. Irani relacionou esta dificuldade primária ao problema de permanência em filas e salas de espera do portador de TEA e de seus acompanhantes. “É comum que os familiares, ao pedirem preferência no atendimento, sejam hostilizados por outras pessoas que aguardam na fila, em razão dos portadores de autismo não trazerem consigo nenhum sintoma físico que os identifique como portadores de deficiência. Esta lei irá minimizar essas manifestações e evitará constrangimento e crises comportamentais dos portadores de autismo, evitando a espera em filas”, disse.
Para Ronnie é necessário aproximar e conscientizar a sociedade dos direitos reservados aos portadores de deficiência. “Os entraves na comunicação evitam frequentemente os contatos sociais. Com a iniciativa trabalharemos a familiarização da comunidade com os direitos já garantidos aos autistas”.

Estação de Tratamento de Esgoto: Implantação de cortina vegetal inicia nas próximas semanas


A Odebrecht Ambiental inicia nas próximas semanas a implantação de uma cortina vegetal na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). A ETE está localizada próxima a BR 472, distante cerca de quatro km do centro da cidade. O objetivo é, de forma sustentável, reduzir o odor gerado pelos gases emitidos pelas lagoas de estabilização no tratamento do esgoto. O investimento previsto é de R$ 350 mil.
Sete espécies de árvores nativas serão cultivadas, entre elas estão o Angico Vermelho, Ipê Amarelo e o Camboatá. “Para formar uma cortina verde é necessário o plantio de árvores de diferentes alturas. A padronização vegetal foi baseada em critérios de reflorestamento e paisagismo. Além disso, contempla os aspectos estéticos, de segurança, conservação e manejo da estação”, explica Magnólia de Jesus, engenheira ambiental da unidade.
A cortina verde ocupará uma faixa de 12 a 16 metros de largura em todo o perímetro do terreno da estação, e deve atingir a altura final dentro de alguns anos. O investimento atende a orientação dos órgãos ambientais e será realizado de acordo com as especificações exigidas.
A implantação de uma cortina verde também é uma forma de auxiliar a natureza a neutralizar os poluentes gerados pelos empreendimentos e a melhorar o paisagismo do local. “Em áreas degradadas, o cortinamento vegetal é implantado também como forma de atrair fauna e flora ao local, facilitando o desenvolvimento de vida silvestre e a reconstituição natural do local”, afirma Elígio Caon, gerente de operações da Odebrecht Ambiental em Uruguaiana.

Legalização de mototaxistas volta à pauta


Na manhã de terça feira, 19/5, o vereador Egídio ‘Galo’ Carvalho protocolou requerimento ao prefeito Luiz Augusto Schneider, solicitando informações sobre a infraestrutura e regularização dos mototaxistas no município, que atualmente encontra-se sem a devida proteção legal, o que tem gerado falta de tranquilidade aos que desempenham esse relevante trabalho.
A luta pela regulamentação da atividade é antiga. Os mais de 500 uruguaianenses que trabalham na ilegalidade já recorreram a inúmeros políticos, em diferentes oportunidades, porém nenhum logrou êxito. 
A secretaria de Segurança e Trânsito comprometeu-se a projetar uma lei no ano passado, mas até o momento nada foi feito. 
Vale destacar que já existe uma lei federal que regulamenta a atividade, porém o município precisa se adequar.
O Vereador aguarda uma resposta do Executivo.

Irani sugere que valores de multas sejam aplicados em sinalização

Na terça-feira, dia 19, os parlamentares aprovaram dois requerimentos de autoria do vereador Irani Fernandes (PP). O primeiro solicita o cumprimento do Código Brasileiro de Trânsito que indica a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multas de trânsito, exclusivamente, em investimentos na sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito. Nesse sentido, o parlamentar aponta a necessidade da criação do Fundo Municipal de Trânsito para depósito dos valores aplicados pela Secretaria Municipal de Trânsito.
Ao Poder Executivo também será pedida atenção ao Projeto Coral Estudantil Uruguaiana (CEU). De acordo com o vereador, a administração pública desamparou as atividades do projeto que trabalha com oportunidades de conhecimento cultural e educacional para as crianças e adolescentes. “O CEU sempre orgulhou Uruguaiana, participando nos eventos de maior expressão do município e na realização das ações sociais, mas lamentavelmente está abandonado pelo Poder Público”, relatou o vereador.

CPI d’Água ouve duas testemunhas hoje


A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga possíveis irregularidades na licitação da concessão de água e esgoto no município, e o contrato entre Prefeitura e a empresa vencedora do certame, Odebrecht Ambiental, se reúne novamente nesta quinta-feira, 21/5, a fim de ouvir duas novas testemunhas.
Serão ouvidos o engenheiro da secretaria municipal de Obras e Serviços Urbanos (Smosu), Vilmor Antonello, e um dos procuradores do município, Jorge Pouey Giordano. Os dois integram a Comissão de Fiscalização do Contrato.
Para a terça-feira, 19/5, estava marcada a oitiva do atual diretor da empresa Odebrecht Ambiental em Uruguaiana, Antonio Carlos de Alencar. No entanto, a sessão acabou transferida para a próxima quinta-feira, 28/5, por motivos de agenda.

Custeio de UPA’s: Carlos Gomes critica negativa de reajuste da União

O deputado federal Carlos Gomes (PRB) classificou como “insensibilidade a uma demanda prioritária da população” a negativa do ministro da Saúde, Arthur Chioro, sobre a revisão da tabela de repasses para custeio das Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) em Saúde do RS. No Estado, nove instituições ainda não entraram em funcionamento por falta de equipamentos e outras seis pela escassez de recursos para manutenção mensal – como é o caso de Uruguaiana. “O Governo Federal tem que arcar com 50%, o Estado e o município com 25% cada para custeio de uma UPA. Mas os valores estabelecidos pela União e pelo Piratini não acompanharam a inflação, sobrecarregando a fatura a ser paga pelas prefeituras. E para complicar, as emendas parlamentares não podem ser destinadas para essa finalidade”, indignou-se.
Na reunião realizada no dia 14/5, em Brasília, com a presença do prefeito de Uruguaiana, Luiz Augusto Schneider (PSDB), Chioro anunciou que a União liberará verbas para os municípios que ainda não iniciaram o atendimento nas unidades por falta de equipamentos, mas que a tabela de repasses para custeio não será refeita. Schneider diz que é inviável a abertura da UPA sem a garantia de que o Governo Federal faça o aporte financeiro compatível com a realidade. “Só vai aumentar o endividamento das combalidas contas dos municípios”.

Executivo apresenta o Plano de Mobilidade à Câmara


Em construção desde março, o Plano Municipal de Mobilidade Urbana de Uruguaiana foi apresentado ao Parlamento na terça-feira, 19/5, durante a sessão ordinária, a pedido do vereador Rafael Alves (SDD). O responsável técnico pelo projeto, engenheiro Francisco Hörbe explanou sobre o tema, destacando a metodologia de trabalho, as ações já desenvolvidas e os próximos passos.
Previsto no Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano, Rural e Ambiental, o Plano de Mobilidade é um complemento que irá regrar o transporte e deslocamento na cidade, comtemplando desde rotas e horários do transporte coletivo até o asfaltamento de vias. Para isso, serão realizadas ações como audiências públicas, pesquisas de campo junto à comunidade e coleta de dados.
A previsão é de que o documento seja concluído em dezembro deste ano e então seja novamente levado ao Legislativo, desta vez em forma de projeto, para ser votado. Se aprovado, entra em vigor imediatamente.
Entre os benefícios já anunciados pelo prefeito Luiz Augusto Schneider (PSDB) a partir da implantação, está a abertura de processo licitatório visando contratar novas empresas para operar o transporte coletivo no município. Anteriormente, houve uma licitação, porém, a mesma foi embargada pelas empresas que atuam em Uruguaiana atualmente. Com o Plano, é possível elaborar um documento base para o edital da licitação, garantindo assim a participação somente de empresas regularizadas e com determinadas características, como nova frota.

Schneider quer criar companhia de desenvolvimento

O Poder Executivo quer criar a Companhia de Desenvolvimento de Uruguaiana (Comdur). O projeto de lei está tramitando na Câmara de Vereadores, em regime de urgência.
Conforme o projeto, trata-se de uma empresa de economia mista, sendo o município de Uruguaiana o principal acionista. O prefeito Luiz Augusto Schneider (PSDB) acredita que tal medida permitirá a municipalidade atuar de forma ágil e moderna na execução de serviços públicos e privados, na execução, implantação e administração de obras públicas e privadas, em diversas áreas, como indústria, comércio, importação, exportação, e nas atividades de limpeza urbana, em especial, de varrição e capina de vias públicas. Ainda de acordo com a matéria, a empresa também poderá atuar na prestação de serviços de higienização de ambientes junto às secretarias de Saúde e de Educação, com significativa redução de gastos ao erário e melhor controle dos serviços prestados.
O Executivo abrirá crédito especial até o valor de R$ 5 milhões, a título de integralização do capital inicial, a ser subscrito pelo Município, de acordo com a capacidade financeira oriunda da arrecadação municipal e da incorporação de bens públicos. Para a abertura do crédito especial, o Município utilizará recursos próprios, oriundos da arrecadação municipal, bem como aqueles provenientes de eventual superávit orçamentário registrado no 1º trimestre do ano de 2015. A matéria autoriza a participação de entidades associativas do município, sem fins lucrativos, no quadro societário da Condur, até, no máximo, 49% do capital social autorizado. Já ao município é assegurado o direito de subscrever, no mínimo, 51% do capital social autorizado.
“A Comdur baseia-se na modernidade das relações que vem sendo implantada na oferta da prestação de serviços públicos no Brasil, hoje imprescindíveis para se criar melhores condições de atender aos anseios das comunidades locais”, diz Schneider, que inspirou-se na Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca), criada em 1976 e que vem apresentando excelentes resultados.
Se aprovado o projeto, o município publicará, no prazo de 30 dias do início da vigência da Lei, edital para acolhimento de manifestação de interesse das entidades.

Conselho do Fundeb: Adequações pautam reunião entre Robalo e o Parlamento


O secretário de Educação, Francisco Robalo se reuniu com a presidente da Câmara, Jussara Osório, na manhã de ontem, 20/5, para tratar sobre o projeto de lei que visa adequar o Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e da Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) às determinações do Ministério da Educação. Estiveram presentes ainda Mirian Cristina Pinheiro e Cristiane Gonçalves Hernandez, representando o Conselho. O referido projeto, de origem do Executivo, está em análise nas comissões técnicas do Parlamento.
Na ocasião foram apresentados os prazos para votação da proposta e esclarecidos os dispositivos da matéria, que altera a composição do Conselho. De acordo com Robalo, a medida se faz necessária porque a constituição do Conselho vinha sendo feita com base em uma lei de 2007. No entanto, em 2013, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação estabeleceu, através de portaria, uma nova constituição. “Dessa forma, três instituições terão de ser trocadas”, explica ele. O Secretário diz ainda que, ao encaminhar à matéria ao Parlamento, o Executivo solicitou urgência para a apreciação. Possivelmente, a matéria seja votada na sessão ordinária de hoje, 21/5, já que o prazo para o município efetuar as necessárias adequações encerra nos próximos dias.
Já as representantes lembraram que a mudança é necessária para a liberação do acesso dos conselheiros ao sistema de informações do Fundo Nacional.

Tio estuprador segue em cela protegida

O homem acusado de estuprar uma menina de cinco anos, neste ano, em Uruguaiana, é mantido em cela protegida, devido ao crime cometido. 
Segundo o administrador da Penitenciária Modulada, Sandro Borlina, a proteção foi solicitada assim que o sujeito deu entrada na Penitenciária. “Sempre que o crime é considerado hediondo pela comunidade carcerária, como o estupro de uma criança, por exemplo, a proteção é solicitada”. 
À época do estupro, duas pessoas foram presas, porém uma foi liberado, pois não foi provada sua participação.
Sandro explica que o preso tem horários diferenciados e que ao invés de duas horas de “passeio ao sol”, tem uma hora disponível. O horário de visita também é reduzido, assim como o contato com outros presos controlado. 
Atualmente, a Modulada tem 30 presos sob o regime de proteção. Além dos conhecidos “duques” (agressores sexuais), também estão em espaço protegido, àqueles que praticaram crimes contra outros presos.

Brigada localiza e prende foragido em Itaqui

Lauriano Ferreira Duarte, acusado de homicídio ocorrido em Uruguaiana no ano de 2003 foi preso na cidade vizinha de Itaqui na tarde de ontem, 20/5, pela Brigada Militar. O homem foi condenado a 22 anos de prisão pela morte da esposa. 
O crime ocorreu na localidade do Imbaá de Baixo, interior do município, quando após discussão, Lauriano matou a mulher com um tiro de arma calibre 12. À época ele foi preso, mas acabou sendo solto meses depois. 
Condenação em 2014, o sujeito encontrava-se na situação de foragido, porém vivia uma vida normal no vizinho município.
A prisão o assassino só foi possível através de um trabalho conjunto entre as polícias de Uruguaiana e Itaqui. A troca de informações foi fundamental para que o homicida voltasse à prisão.
Se você tiver informações quanto ao paradeiro de foragidos, faça contato com a Brigada Militar, através do telefone 190 ou 3411-3182, ou ainda pelo Disque Denúncia.

Segurança é umas das prioridades do Miguel Ramos

O novo projeto habitacional de Uruguaiana, Conjunto Residencial Miguel Santurio Ramos, no bairro Áreas Verdes, já foi aprovado e as obras terão início em 60 dias. A informação é do secretário de Ação Social e Habitação, Rogério de Moraes.
Segundo ele, cerca de 900 famílias serão contempladas e uma das grandes preocupações da Prefeitura Municipal nessa nova fase da implantação do Minha Casa, Minha Vida é a segurança pública. “A violência cresce à medida que a cidade cresce, por isso devemos estar atentos. Não queremos que o crime se prolifere, então vamos trabalhar antes de tudo, a questão social e cultural”, disse o Secretário.
Um número significativo de ocorrências policiais é registrado semanalmente no João Paulo II. Foram lá que crimes de grande repercussão, como o estupro de uma criança de cinco anos e dois homicídios foram registrados neste ano. “Construídos com o intuito de sanar a falta de moradias, os conjuntos habitacionais aproximam diferentes pessoas, com diferentes culturas e se não houver um acompanhamento profissional, problemas como estes podem acontecer. Estamos atentos a essas questões e queremos que o novo residencial ofereça segurança aos seus moradores”, ressaltou.
As inscrições para o novo residencial começarão logo após o início das obras.
Entre outras qualidades estruturais, as novas casas oferecerão aquecimento solar e serão construídas com tecnologia ecologicamente correta. São 996 casas e 25% da área está destinada ao lazer, portanto, de uso comum.

Caminhoneiro traficante é preso com meia tonelada de coca

 Uma operação da Receita Federal, em conjunto com as Polícias Rodoviária Federal, Polícia Federal e Brigada Militar, resultou na apreensão de uma carga de ½ tonelada de cocaína.
A ação aconteceu por volta das 20h40min da última segunda-feira, 18/5, no posto da PRF na BR-158, em Santa Maria.
A droga era transportada em um caminhão que já vinha sendo monitorado pela Receita Federal por possível envolvimento em atividade de contrabando.
Ao chegar ao posto policial, o caminhão foi abordado e, durante a ação de fiscalização, os policiais encontraram a cocaína em meio a caixas vazias de frutas, que foram descarregadas em Uruguaiana.
O caminhoneiro Marcos André Magrini, 38 anos, foi preso em flagrante e disse que a droga foi carregada em Uruguaiana mesmo e tinha São Paulo como destino. A polícia crê que a carga seja oriunda da Argentina.
No total, foram apreendidos 460 kg de cocaína avaliada em R$ 10 milhões. Trata-se da maior apreensão em rodovias federais neste ano. O motorista teria recebido, ou iria receber, R$ 300 mil pelo “tráfico”.

Mais um assalto

Mais um estabelecimento comercial foi assaltado em Uruguaiana. 
Todas as semanas novos casos são registrados e a impressão que se tem é de que os bandidos perderam o medo ou respeito pela Polícia. 
Este caso ocorreu na Rua Dr. Maia, na noite de terça-feira, quando um homem armado invadiu um estabelecimento comercial, ameaçando clientes e proprietários. 
Sob a mira de uma arma, o bandido obrigou o funcionário do caixa a entregar a quantia de R$ 150 e na sequencia fugiu sem deixar pistas. 
A Brigada Militar foi informada, fez buscas nas imediações, mas não localizou o autor do crime.

Edição 2452 - Painel

Máquina pública no foco do “prefe”
Schneider quer conceder novo reajuste ao funcionalismo municipal. Na noite de terça-feira, 19/5, ele assinou projeto concedendo 3,51% de reposição salarial, exceto ao magistério e aos agentes políticos. Se aprovado pela Câmara, o reajuste será o terceiro desde o início da gestão, totalizando 20,38% de reposição. O índice de revisão proposto está calculado com base na variação Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), correspondente ao período de maio de 2014 a abril de 2015, observada a capacidade financeiro-orçamentária do Município.

Tribuna I
O diretor do Colégio Agrícola Municipal Dr. Luiz Martins Bastos, José Carloto, deverá fazer uso da Tribuna Livre da Câmara de Vereadores na manhã de hoje, 21/5, quando apresentará os investimentos e melhorias no educandário.

Tribuna II
A solicitação foi do vereador Rafael Alves (SDD), que vem fazendo um belo trabalho em defesa de Schneider no parlamento, depois de um ano cantando de “galo”.

Expofeira
A Asssembleia Legislativa aprovou o projeto de lei do deputado Jorge Pozzobom, que coloca a Expofeira Agropecuária de Santa Maria no calendário oficial de eventos do Estado.

Tesoura lá e cá
O agravamento da crise nas finanças municipais, a exemplo do Governo do Estado, deverá causar o pagamento parcelado de salários. Somente os funcionários que ganham até R$ 3 mil mensais receberiam dentro do mês. Ainda, poderá haver exoneração de Cargos de Confiança (CCs), suspensão de horas extras e cortes em gratificações especiais e funções gratificadas.

Contando até 30...
Acabou a era das broncas inesquecíveis de Dilma Rousseff nos assessores. Agora, quando fica contrariada com alguma resposta ou informação, a Presidente vira o rosto e espera a raiva passar até retomar o que estava falando. Em média, o hiato é de 30 segundos. Se esta moda pegar em Uruguaiana, tem gente que vai ficar muda o resto da vida.

Boa Vista Polo Clube
A equipe uruguaianense foi campeã do aberto e do handcap 8 gols do Torneio Conde de Porto Alegre, realizado nos dias 14 a 17.

Acessibilidade
A constante queixa do vereador Irani Coelho sobre a falta de acessibilidade em prédios municipais foi alvo de uma sugestão ao secretário Jorge Prestes, ou seja, que reuniões sejam feitas na sede do Lions Clube Três Fronteiras, onde o vereador é muito benquisto.

Trânsito I
Irani Fernandes solicitou o cumprimento do Código Brasileiro de Trânsito que indica a aplicação da receita arrecadada com a cobrança das multas de trânsito, exclusivamente, em investimentos na sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito.

Trânsito II
O requerimento foi apresentado, e aprovado pelos demais vereadores, na terça-feira. A solicitação foi encaminhada ao Executivo.

CEU
O vereador Irani Fernandes solicitou ao prefeito Luiz Augusto Schneider, através de requerimento, que seja dada a devida atenção ao projeto Coral Estudantil de Uruguaiana (CEU). Para o Parlamentar, tais medidas não estão sendo realizadas.

Doações I
A empresa Rolamar Construções e Empreendimentos Ltda., doou R$ 100 mil na campanha eleitoral de 2014 ao casal Felice. Foi R$ 50 mil para o ex-prefeito e R$ 50 mil para a ex-primeira-dama e ex-deputada.

Doações II
Curiosamente, a empresa está estabelecida em Limeira, cidade pioneira na privatização dos serviços de água e esgoto. Certamente, estas coincidências deverão integrar o relatório final da CPI, o qual deverá ser encaminhado ao Ministério Público.

Aguardando
Comentam que um ex-prefeito estaria aguardando o relatório final da CPI para entrar no PDT.

Surpresa
Pela primeira vez, poderemos ter um promotor público como candidato a prefeito. Seria a terceira via em 2016

Vice I
O vereador Luís Gilberto Risso (PMDB) anda contente com a possibilidade de ser o vice de Ronnie Mello (PP) na corrida pelo Palácio Rio Branco. Dizem, porém, as más línguas, que é pura ilusão.

Vice II
Internamente, os progressistas sabem da preferência do prefeiturável: Antônio Augusto Brasil Carús, que deixou a sigla recentemente, retornando ao PDT, e abrindo a possibilidade de coligação.

Vice III
Entre os progressistas o mais cotado é o vereador Irani Fernandes. Mauro Brum parece que foi mesmo descartado.